O Líder do novo mundo, você inspira ou critica?

“O que o autoconhecimento tem a ver com Liderar?”

A exigência de uma nova conexão com os Liderados

Eu estava conversando com um executivo de uma multinacional, e ele me perguntou. 

Você acha que vai ter uma mudança muito radical, no departamento de recursos humanos das empresas? Porque essa mudança de home office é uma coisa que vai se instaurar de uma forma definitiva, não acha? 

E você não acha que isso vai mudar muito a forma de gerir as pessoas? 

Bom e aqui eu vou compartilhar a minha percepção…

Eu acho que a grande mudança não é em relação ao home office, ou seja não é em relação a definição do contexto do ambiente de trabalho. Na minha opinião, essa não é a grande evolução que a quarentena proporcionou para o mundo corporativo. O que vai ser demandado não é uma adaptação ao home office ou às mudanças que isso vai proporcionar para as empresas ou os ganhos que isso vai gerar para o grupo de funcionários. 

Eu acho que o grande ganho não é o home office, o grande ganho é a possibilidade que algumas empresas vão ter de perceber que gerir pessoas trabalhando em home office é diferente que gerir pessoas trabalhando no físico. E aí você deve estar pensando… Ah Mirian, que óbvio isso que você está falando, é óbvio que é diferente. Mas é diferente onde? 

É diferente no sentido que o Líder precisa agora mais do que nunca atuar de forma a Ser uma Liderança Inspiradora. Por que? Porque você não vê mais a pessoa, ela não está mais lá trabalhando na tua frente. E você também não está mais no campo relacional dessa pessoa. E aí, como você garante que a pessoa está trabalhando? 

E a resposta óbvia é: com metas, com métricas… 

Sim métricas e metas claras podem controlar o resultado, reuniões que acabam acontecendo até com mais frequência; mas, como você não garante um Resultado Extraordinário. Porque afinal agora, a pessoa agora está dentro de casa, no conforto, não precisa ficar se deslocando, ela teve uma série de ganhos. Então, não seria esperado que a partir de todo esse incremento daria para atingir resultados muito mais extraordinários?

Só que em muitos ambientes corporativos está acontecendo exatamente o contrário.

As pessoas estão trabalhando muito mais horas do que antes, estão muito mais cansadas do que antes e até mais estressadas; e a falta de convívio social está desestimulando o trabalho.

E é aí que entra a grande oportunidade para uma Liderança diferente se instalar.

E a minha pergunta para você é nesse dia a dia, você está no grupo das pessoas que inspira ou você está no grupo que critica?

Porque é justamente o Autoconhecimento que vai te dar habilidades para este novo mundo! 

Não adianta mais, por exemplo, um CEO de Marketing só desenvolver as habilidades técnicas, ou você na posição onde você está você ficar só desenvolvendo as suas habilidades técnicas no sentido de vir a ser um bom executivo ou melhor profissional na sua área. Agora você vai precisar desenvolver as competência de se autoconhecer no dia a dia. Porque na hora que você consegue gerir as pessoas que estão dentro de você, aí você vai se tornar uma pessoa inspiradora. 

Não vão mais ser as habilidades técnicas de executivo ou de profissional que vão te dar o diferencial como líder. 

Esse vai ser o grande pulo do gato de quem conseguir perceber a importância do Autoconhecimento na Liderança, nesse novo contexto que a gente está vivendo a partir de agora. 

Então, não é mais sobre liderar o outro, sobre fazer cursos para se comunicar não violentamente com o outro, sobre fazer cursos para conseguir gerir o outro. Não gente, é muito mais rápido e eficiente se cada um de nós aumentarmos as nossas competências para administrar a nossa primeira equipe, que é o que eu chamo de nossa Equipe Interna. Ou seja, essas diversas pessoas que moram dentro de cada um de nós.

Como eu me comunico comigo? 

Como que é a minha conversa interna comigo? 

Qual e a comunicação interna que eu gero para mim? 

Como eu me lidero em relação a minha vida? 

É isso que passa a ser importante a partir de agora. 

Quando a gente aprende a inspirar a gente mesmo, aí nós começamos o movimento de Ser uma Inspiração para o outro. E aí sim, que todo mundo começa a seguir você, porque você passa a ser um Mentor da sua própria vida. E nesse caminho, você vai alcançar resultados espetaculares com as pessoas trabalhando em casa, porque não importa a hora que a pessoa está trabalhando, ela é leal a você. Porque você é um exemplo de uma pessoa que está feliz, que está bem, que está em harmonia, tranquilo com você mesmo, porque você está conectado com os seus sonhos. 

E lembrando aqui, que ter sonhos não significa sair do mundo corporativo; significa só, você expandir as suas áreas de interesse.

Facebook
Pinterest
LinkedIn

Posts Recentes

Fechar Menu